Dia 28 de Abril participei do meetup PHPSP + UOL Host realizado pelo Grupo de desenvolvedores de PHP do estado de São Paulo, mais conhecido como PHPSP.

O que foi apresentado?

O evento contou com duas palestras e três lightning talks.

Autenticação em APIs com SSL

Nessa palestra o Marcelo Milhomem explicou como implantou certificados embarcados no aplicativo do Easy Taxi criando sua própria autoridade certificadora.

Lightning talks

Lightning  talks são palestras relâmpago que duram apenas 5 minutos. Sim, você tem apenas 5 minutos para passar o seu conteúdo.Esse tipo de apresentação é muito bom por que faz com que você foque no conteúdo principal a ser passado e deixe todas as informações desnecessárias de lado.

A primeira lightning talk da noite foi feita pelo Ravan Scafi, que falou sobre o processo que ele usa para criar Senhas Seguras.

Como a maioria dos presentes eram programadores, assumi o espaço logo após o Ravan para falar um pouco sobre a Automattic e apresentar as vagas disponíveis.

Rafael Funchal falando sobre vagas na Automattic no meetup PHPSP
Olha lá eu falando um pouquinho sobre a Automattic

A terceira lightning talk foi feita pelo Anderson Casimiro, que usou seus 5 minutos para enfatizar que temos que respeitar todos não importa o quão diferente essa pessoa seja. Algo tão simples, mas que muitas pessoas ainda não aprenderam.

Os Batutinhas “versus” Garotas de programa

Eilem Gomes falou sobre a divisão dos profissionais no mercado de desenvolvimento de software desde o algoritmo criado por Ada Lovelace aos dias atuais.

Infelizmente, mulheres ainda sofrem preconceitos em várias áreas, porém, como trabalho em TI, posso acompanhar isso de perto.

Fiz alguns comentários sobre a pesquisa que a Anyssa Ferreira encabeçou no ano passado, que gerou os slides Percepção e participação de mulheres na comunidade WordPress, e sobre as ações que tomamos nos WordCamps para tornar o evento um ambiente jerks free seguro para todos.

Minha visão do meetup

O meetup foi sensacional e me deixou com vontade de participar mais. Na verdade, não sei por que demorei tanto tempo para ir aos meetups desse grupo.

Fiquei impressionado com a aceitação da galera quando eu disse que trabalhava com WordPress. Grande parte dos programadores tem um certo preconceito e costumo ver muita cara feia por aí quando eu digo que trabalho com esse CMS. Mas isso não ocorreu com o pessoal da comunidade PHPSP.

Outro ponto bem legal foi ver que as comunidades estão alinhadas em tentar formar profissionais que respeitem a diversidade. Lindo isso!

E ainda pude matar saudades do Leo Baiano, que escreveu esse post bem bacana sobre o evento.

Leo Baiano e Rafael Funchal no PHPSP

Deixe uma resposta